Casal briga na justiça por guarda de yorkshire

Sonia Racy

10 Agosto 2017 | 01h00

CACHORRO DA RAÇA YORKSHIRE

CACHORRO DA RAÇA YORKSHIRE. FOTO: DIVULGAÇÃO/DOGTV-MARQ

A Justiça paulista lida, desde janeiro de 2015, com um processo bastante inusitado: a briga pela guarda de uma… cachorrinha yorkshire.

Kimi, de oito anos, é alvo de disputa entre o ex-casal Vinicius Mendroni Aggio e Luciana Michele Borba.

‘Pai’ conseguiu
direito a visitas

Depois de duas decisões a favor de Luciana, o último recurso apresentado por Aggio surtiu efeito: três desembargadores decidiram pela guarda compartilhada do animal, nessas alturas, quase racional. De 15 em 15 dias, o “pai” está liberado para passar o fim de semana com ela. Luciana promete recorrer.

O caso correu na categoria “Família – Relações de Parentesco – Regulamentação de Visitas”.

‘Não há lei versando
sobre a matéria’

Vale registrar que na primeira petição, indeferida sem resolução do mérito, o juiz Antonio Manssur Filho, ressaltou que “não há lei em vigor versando sobre a matéria”. Agora vai ter?