Cármen Lúcia repreende desacatos a justiça

Cármen Lúcia repreende desacatos a justiça

Sonia Racy

02 Fevereiro 2018 | 01h30

Não é a primeira vez em que Cármen Lúcia se insurge contra desacatos a Justiça, como fez ontem, na sessão solene que marcou a abertura do Ano Judiciário de 2018.

Em 2016, a presidente do STF afirmou ser “inadmissível” que um juiz seja “diminuído” ou “desmoralizado” fora dos autos.

Não citou nomes – como tampouco o fez ontem. Mas na época, referia-se a Renan Calheiros que chamou de “juizeco” Vallisney de Souza Oliveira. E ontem, aos ataques do PT e de Lula.