1. Usuário
Direto da Fonte
Assine o Estadão
assine
Direto da Fonte

Direto da Fonte

Sonia Racy

Câmara de SP aprova abertura de CPI da compensação ambiental

Por Sonia Racy

02/03/2016, 11h42

   

A Câmara de SP aprovou ontem a abertura de uma CPI para investigar a atuação dos órgãos públicos na fiscalização das compensações ambientais na capital paulista. A comissão, proposta por Ricardo Young, quer fazer um pente-fino na fiscalização dos órgão municipais e analisar a aplicabilidade da norma para, ao final, propor mudanças na legislação municipal.

Na lei paulistana, todo empreendimento tem que assinar compromisso de medida de reduzam os impactos negativos de intervenção do meio ambiente.“A fiscalização tem falhas, mas a legislação também não ajuda e cria brechas para corrupção e venda de facilidade. É uma CPI propositiva”, afirmou Young.

Para evitar desgastes em anos de eleição, fala-se nos corredores da Câmara que a comissão de compensação ambiental agrada tanto oposição como a base de Haddad. Enquanto aliados do governo municipal defendiam a instauração de uma CPI para investigar o monotrilho – sob o argumento de que a Alesp não conseguiria aprovar a apuração –, a oposição queria abrir comissões analisasse os gastos com as ciclovias e os radares de SP.

 

 

Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Estadão.
É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Estadão poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Você pode digitar 600 caracteres.