Cachorro morto

Sonia Racy

04 Outubro 2016 | 00h20

Nem todo mundo, no grupo, chorou a derrota de Haddad anteontem. Ângela Chaves, marqueteira da campanha petista, se deu por satisfeita. “Achei a performance dele (Haddad) excelente. Ele era dado como cachorro morto”, argumentou para a coluna.