Bolso gordo?

Sonia Racy

25 Outubro 2012 | 01h06

Parte dos juízes e desembargadores do Tribunal de Justiça de São Paulo recebeu holerites mais polpudos em outubro. Ao todo, a folha de pagamentos bateu nos R$ 98,6 milhões líquidos, contra R$ 60 milhões no mês de setembro.

Aumento de… mais de 50%.

Bolso 2
Rodrigo Capez, juiz auxiliar da presidência do TJ, explica: o “salto” ocorreu por causa do pagamento de benefícios em atraso. “Isso é apenas uma parte do que estamos devendo e nosso presidente Ivan Sartori mandou pagar.”

Somente de férias e licença-prêmio devidas aos magistrados são cerca de R$ 150 milhões. “E ainda há o auxílio-alimentação”, informou Capez.

E, em novembro, pode sair uma nova fornada.