Bolso furado

Sonia Racy

13 Outubro 2016 | 01h05

Dilema nada cruel na repatriação de recursos, que ainda não foi explorado: o que fará o empresário que quebrou no Brasil mas tem dinheiro fora?
Segundo conhecido advogado, caiu a ficha de muitos que querem regularizar sua situação: quando o dinheiro entrar no País vai ser “recolhido” para pagar reclamações trabalhistas e execuções fiscais, decorrentes de dívidas da ex-empresa e que estão com bloqueio online na conta.

Quem quiser entrar na “anistia” e estiver em tal situação corre risco de ficar sem nada.