Alckmin substitui carros oficiais por Cabify

Sonia Racy

07 Dezembro 2017 | 01h05

GERALDO ALCKMIN

GERALDO ALCKMIN. FOTO: FELIPE RAU/ESTADÃO

O Estado entrou, ontem, na era dos aplicativos… pela porta do passageiro. Para ir de Congonhas, onde estava, à Luz, Alckmin chamou, ele mesmo, carro da Cabify, empresa vencedora da concorrência. A motorista levou um susto.

Sairão de circulação 1.866 carros da frota oficial, e a economia será de algo como R$ 57 milhões/ano.

Leia mais notas da coluna:


STF julga pedido de Raquel Dodge sobre prisão de Jorge Picciani

Nova leva de musicais chega a SP ano que vem