‘A mais desejada’

‘A mais desejada’

Sonia Racy

13 Maio 2015 | 01h20

Adriano Goldschmied (na foto com o charuto), fundador da Diesel e da Replay, está no Brasil para compartilhar sua expertise em jeans, em um ciclo de palestras, a convite da Vicunha. O italiano deu entrevista à coluna, por e-mail. Abaixo, alguns trechos.

Há planos de trabalhos com a Vicunha?
Estou interessado em países de desenvolvimento rápido, como o Brasil. Posso aprender muito com esse tipo de parceria.

Qual a diferença entre uma calça jeans casual e uma de luxo?
O casual é o item mais democrático do mundo, dura uma vida inteira, é fácil de vestir, não é caro. Já o fashion é sofisticado, caro, sexy. Hoje em dia a calça jeans de luxo é a peça mais desejada do mundo.


É também a que mais vende?
Talvez só uma simples camiseta branca venda mais. Mas o jeans gera mais dinheiro.

Nesse contexto, o mercado brasileiro é relevante?
O Brasil é enorme e o mercado do setor também. Entretanto, a indústria brasileira poderia desempenhar um papel mais relevante. O Brasil poderia exportar mais jeans, além de jogadores de futebol e modelos.

Qual país compra mais jeans?
Ainda os EUA, mas não por muito tempo. Tenho certeza de que China e Brasil estão a caminho de brigar pelo topo.

Jeans é um item de luxo atualmente. O que mudou?
Ele tem uma longa jornada desde sua invenção na Califórnia. Hollywood se apropriou da ideia, para torná-la a bandeira da geração dos anos 60 e 70. Nenhum outro item imprime tendência como um jeans. / SOFIA PATSCH