Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Cultura » A economia na real

Cultura

Sonia Racy

18 Fevereiro 2016 | 00h57

O que Jaques Wagner levou de volta a Brasília, terça-feira, foi uma análise dramática colhida em jantar com cinco empresários e banqueiros na segunda-feira à noite, em São Paulo. Todos projetando nuvens negras para a economia nos próximos anos.

Ao convidar para o encontro Luciano Coutinho, do BNDES, o ministro da Casa Civil tinha esperança de convencê-los a voltar a investir.

Na real 2

Aliás, o baixo astral na economia foi tema forte, ontem, também na reunião do conselho estratégico da Fiesp de Paulo Skaf. Entretanto, outro assunto mereceu igual atenção: o zika vírus.

O médico José Medina, diretor do Hospital do Rim de São Paulo, fez exposição nada animadora: disse que é mais fácil acabar com o ebola do que com o zika – e desconsiderou os efeitos de repelentes.

Todos ficaram assustados. Presentes Delfim Netto, Henrique Meirelles, Nelson Jobim, Flávio Rocha, Sydney Sanches e Victório de Marchi, entre outros.