Petistas ‘pressentiram’ perigo contra Lula e correram para SP

Sonia Racy

07 Abril 2018 | 01h07

Depois que Rosa Weber proferiu seu voto na quarta-feira, no Supremo, senadores petistas foram lembrados de que Luiz Eduardo de Oliveira e Silva, irmão de Zé Dirceu, foi preso por Moro antes da publicação dos embargos.

Resultado: Lindbergh Farias, Humberto Costa e Paulo Rocha pressentiram o perigo — uma súbita ordem de prisão contra Lula — e marcaram viagem a SP no ato.

 

Leia mais notas na coluna:

Barroso e Dias Toffoli estiveram na Casa de Dom Inácio no feriado

MST atira tinta e picha prédio de Cármen Lúcia em BH