Psicoterapeuta cria projeto de educação de mães

Psicoterapeuta cria projeto de educação de mães

Sonia Racy

04 Fevereiro 2018 | 00h45

ADRIANA JUBRAN MARQUES

ADRIANA JUBRAN MARQUES. FOTO: IARA MORSELLI/ ESTADÃO

Como que uma mãe pode ser, ao mesmo tempo, firme e gentil com os filhos? É justamente para se atingir esse equilíbrio que a psicoterapeuta Adriana Jubran Marques desenvolveu recentemente o projeto Árvore-Mãe, uma iniciativa de educação para mulheres que têm filhos entre 0 e 7 anos de idade.

“Nós, como mães, somos muito desequilibradas. Tem mãe que arranca a chupeta do filho. Mas ela está ensinando através do exemplo. É difícil, ficamos reféns desses pequenos tiranos, ficamos desestabilizadas”, explica ela, que é mãe de gêmeos. Adriana parte da premissa de que, se as mães conseguirem ser mais harmoniosa, a geração toda será mais equilibrada. Por isso, quer dar as ferramentas para que mulheres consigam ser mais centradas e menos reativas.

“Hoje as mães são muito permissivas ou muito autoritárias. Saber dar limite com amorosidade é uma grande arte.”


Para conseguir encaixar seus ensinamentos na rotina das mães, realiza módulos de três encontros quinzenais. Nas agendas em grupo, Adriana primeiro instrui as mulheres a fazerem uma autoavaliação. As mães saem de lá até com lição de casa. “A autoavaliação é o primeiro passo. As mudanças são o segundo, o terceiro, o quarto…”, brinca.