Luiza Brunet e Joanna Maranhão em filme sobre violência contra a mulher

Sonia Racy

28 Outubro 2016 | 00h20

Luiza Brunet será uma das entrevistadas do novo filme de Sandra Werneck, Feminino Singular. O longa apresenta depoimentos de várias mulheres que sofreram diferentes tipo de violência: assédio, estupro, violência doméstica e feminicídio.

A diretora gravou esta semana com a atriz e afirmou que a prioridade de Luiza agora é alertar mulheres sobre a violência.

Girl Power 

Além de Luiza, Sandra gravou também com a nadadora Joanna Maranhão, que foi abusada sexualmente quando tinha nove anos e fundou uma ONG para dar apoio a crianças vítimas de abuso sexual. “É impressionante o número de casos em todas as classes sociais. Um trauma, uma ferida aberta, que elas levam para o resto de suas vidas”, comenta Sandra.