Gastar o sapato

Sonia Racy

26 Maio 2015 | 01h06

Cotado para a vice de Haddad na eleição do ano que vem, Gabriel Chalita baixou decreto transferindo uma série de suas atribuições como secretário de Educação para o chefe de gabinete, o petista Marcos Rogério de Souza. Entre elas, a nomeação de cargos.

Na versão a oficial, o objetivo é “dar mais dinâmica e efetividade” às decisões tomadas pela pasta. Na prática, é deixar Chalita livre para percorrer a cidade e ajudar Haddad a defender sua gestão.