Terra à vista! Empresários portugueses redescobrem o Brasil

Estadão

22 Abril 2013 | 07h07

Hoje, 22 de abril, é dia de celebrarmos o descobrimento do Brasil. Pois quatro redes portuguesas comemoram o redescobrimento do país. A O Melhor Bolo de Chocolate do Mundo, que chegou aqui em 2006, já conta com 20 pontos de venda espalhados em nossa terra, a mesma quantidade que em Portugal. O motivo de o bolo ter cruzado o Atlântico foi o grande sucesso que ele faz com os brasileiros que visitam Lisboa. “O consumidor paulistano é muito mais exigente no atendimento, mas vira fã fiel quando gosta do produto”, afirma Carlos Braz Lopes, criador da marca. Em 2010, o controle da Melhor Bolo no Brasil foi comprada pelo grupo CPQ Brasil, que administra também a Casa do Pão de Queijo.

A crise econômica na Europa trouxe para cá a rede de hamburguerias H3. “Além de falarmos a mesma língua, contou também o gosto do brasileiro por carne”, afirma José Maria Vilar Gomes, sócio da H3, que abriu 12 lojas no Brasil (nove delas em São Paulo). O cardápio passou por algumas adaptações. Entraram os pratos Mediterrâneo, Milano e Catupiry. “Entendemos que, em São Paulo, a cultura italiana é muito presente”, avalia Gomes. Hoje, as inovações brasileiras já foram apresentadas nas casas de Portugal. A H3 tem mirado no público de executivos. “Nossas melhores lojas são aquelas em pontos com muita concentração de escritórios, como Morumbi e Vila Olímpia”, explica. “É um público que gosta de novas tendências”.


Vasco de Oliveira, um dos donos da My Sandwich (foto Epitácio Pessoa/Estadão)

Ao desembarcar aqui, a Companhia das Sandes mudou o nome para My Sandwich. A rede é uma espécie de Subway lusitana. Monta sanduíches e wraps com ingredientes variados. Peito de peru, queijo branco, pasta de berinjela, cachorro-quente com batata palha e pão ciabatta foram incluídos nas opções de ingredientes. “Vamos abrir de 20 a 30 novas franquias por ano”, prevê Vasco Oliveira, um dos donos da rede. Das cinco lojas que a My Sandwich tem no Brasil, três estão na capital paulista.

Também com vontade de expandir está a casa de chá e restaurante  Bistrô Ô-Chá, da portuguesa Monica Costa. Casada com um paulistano, ela trouxe o estabelecimento para a Vila Madalena – a matriz em Lisboa está sob os cuidados da mãe.”Embora o Brasil seja o país do café, há um grande público também para o chá”, diz Monica.

O Blog do Curiocidade apurou os valores médios que os clientes gastam nessas redes aqui e em Portugal. Confira abaixo alguns deles:

Bule de Chá para duas pessoas na Ô-Chá – Brasil R$7 e Portugal 3 euros (R$8)

Fatia de bolo em O Melhor Bolo de Chocolate do Mundo – Brasil R$11,40 e Portugal 3,95 euros (R$10,15)

Hambúrguer no prato e mais dois acompanhamentos na H3 –  Brasil R$22 e Portugal 8 euros (R$20,60)

Lanche de patê de atum ou frango na My Sandwich – Brasil R$9,90 e Portugal 3 euros (R$8)

(Com colaboração de Juliana Tamdjian)