Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Cultura

Cultura » Os serviços da babá de animais de estimação

Cultura

Estadão

25 Setembro 2011 | 23h48

Tem gente que não gosta de deixar o animal de estimação em hoteizinhos. Não tem problema:  a médica veterinária Vanessa Requejo, da Cãominhando, criou o serviço de “pet sitter” (babá de animais de estimação). Enquanto os donos viajam, um veterinário faz visitas diárias à casa da família para alimentar, trocar a água e  passear com o cachorro. Caso seja necessário, o profissional também pode medicar o animal. O serviço é cobrado por hora de visita (R$ 60).

Segundo a doutora Vanessa, a procura maior é  para gatos ou para cães que ainda não tomaram todas as vacinas ou que não foram castrados e que, por causa disso, não podem ficar em hotéis. Há também clientes que pedem cuidados com aves, peixes, tartarugas e coelhos. Antes de aceitar o serviço, a médica veterinária faz uma visita para checar se o animal aceita a presença de estranhos. Isso evita casos como o de um rottweiler que quase machucou Vanessa. “Ele ficava muito bravo quando eu entrava”, conta. “Até que descobri que ele tinha medo de água. Então, deixava a mangueira ligada enquanto fazia a limpeza do quintal e trocava a comida”. Vanessa tem, atualmente, 80 clientes fixos. Durante o período de contrato, os veterinários ficam com uma cópia da chave da residência. A família também pode deixar a chave na portaria do prédio ou com um vizinho.

A Cãominhando tem ainda uma creche para animais, que conta com sala de alimentação, espaço para exercícios, monitores para recreação, piscina e salas de descanso, higiene e brinquedos. Os donos têm a possibilidade de ver como está seu bichinho pela internet. O preço da estadia varia entre R$ 190 (1 vez por semana) e R$ 500 (5 vezes por semana). Para ficar na creche, os animais precisam passar por uma avaliação. “Tem que ser castrado, ter o atestado de vacina em dia e ser sociável”, avisa Vanessa, que também verifica se o animal não tem pulgas. Para garantir um lugar na creche, o cliente deve agendar a primeira avaliação por telefone.

Serviço:
2506-6487 e 5523-1070.

(Com colaboração de Karina Trevizan e fotos de Andre Lessa/AE)

Encontrou algum erro? Entre em contato