Rolling Stones não descartam alongar turnê de 50° aniversário

Estadão

19 Outubro 2012 | 01h45

EFE

Divulgação
Divulgação

O guitarrista dos Rolling Stones, Ronnie Wood, assinalou nesta quinta-feira (18), em Londres, que seus companheiros não descartam alongar a turnê de quatro shows que foi organizada para celebrar o 50º aniversário da banda.

Na estreia do documentário Crossfire Hurricane, no festival de cinema da capital britânica, Wood indicou que “uma vez a roda começa a girar, será difícil parar após os concertos em Londres e Nova York”.

A banda realizará dois shows na capital britânica e outros dois em Nova York, onde os admiradores poderão celebrar o 50° aniversário escutando, ao vivo, canções como Satisfaction, Angry e Simpathy for the Devil.

“O povo pode pensar que cansa fazer o mesmo show várias vezes, mas isso não é verdade. Cada vez que estamos juntos, tudo é novo. Há química entre nós e não sei que demônios é, mas é mágico”, explicou o guitarrista de 65 anos.

Os quatro “velhos roqueiros” -Mick Jagger, Keith Richards, Charlie Watts e Wood -, se reuniram de novo, na praça Leicester de Londres, durante a estreia do documentário sobre os Rolling Stones, realizado por Brett Morgen e que foi assistido, também, pelo ex-integrante da banda, Bill Wyman.

Mais conteúdo sobre:

Rolling StonesRon Wood