Que tal uma lei contra música ruim?

Estadão

28 Junho 2011 | 07h06

O texto abaixo foi publicado em dezembro de 2010, e acabou resgatado pelo Território Eldorado recentemente quando Noel Gallagher, ex-guitarrista do Oasis, “proibiu” o jogador de futebol Gary Neville, do Manchester United, de mencionar músicas de sua ex-banda em entrevistas. O jogador declarou que adorava ouvir as músicas do Oasis em vários momentos, mas Gallagher ficou furioso, já que torce pelo rival Manchester City.

A “proibição” de Gallagher e o texto abaixo inspiraram a nossa equipe a fazer um pedido, de forma oficial, à presidente Dilma Rousseff  e aos parlamentares brasileiros: que tal elaborarem e aprovarem leis que proíbam a execução – ou os brasileiros em geral de ouvir – música ruim?

Seria extremamente bem-vinda uma lei que proibisse que pessoas pudessem ouvir coisas como Mutantes, Legião Urbana, Los Hermanos, Nirvana, bandas emo, bandas mais ridículas das cidades, adolescentes que mal sabem tocar violão mas que fazem sucesso na internet, violonistas de bossa nova que só sabe tocar as mesmas músicas gravadas há mais de 50 anos, axé, pagode, sertanejo, 90% da MPB… (Marcelo Moreira e Roberto Capisano Filho) 

Luciano Borborema – Território Eldorado 

Polêmica entre o ex-guitarrista dos Smiths, Johnny Marr e o primeiro britânico, David Cameron. Em seu Twitter, Marr proibiu Cameron de gostar dos Smiths. Cameron diz que gosta do grupo, Marr fala que não é verdade. “David Cameron, pare de dizer que você gosta de The Smiths, não, você não gosta. Eu proíbo que você goste.”

David Cameron sempre fez questão de dizer em entrevistas ser fã da banda de Marr e do vocalista Morrissey. Cameron revela ser fã da banda na fase dos anos 80. Até o momento, David Cameron não se pronunciou sobre a declaração do guitarrista.

Abaixo detalhe do Twitter de Marr


(Reprodução)

Mais conteúdo sobre:

Legião UrbanaLos HermanosMutantes