NX Zero é vaiado no Rock In Rio

Estadão

25 Setembro 2011 | 18h55

As primeiras vaias convincentes do Rock in Rio foram para uma banda brasileira, o NX Zero, emergente grupo paulistano que tentou tornar o caminho mais fácil desde que pisou no palco Mundo do Rock in Rio 2011. O vocalista, Di Ferrero,parecia prever que nem tudo correria bem. Festejou que o Rock in Rio voltou para o Rio, vestiu uma camiseta da seleção brasileira, chamou o próprio show de “f…”, mas não deu.

Para “iluminar os caminhos”,  Ferrero pediu para todo mundo acender qualquer instrumento reluzente, isqueiro ou um celular, mas mesmo isso funcionou médio. As vaias vieram quando eles se despediram – embora tenham vindo de uma minoria, mas bastante convicta. Um garoto se escondia dentro de uma cabine cenográfica do Bradesco tampando os ouvidos enquanto o som se desenrolava no palco. Muitos apontavam o dedo médio para o palco.

A banda Stone Sour,  de Corey Taylor, que também tocará com o Slipknot, é um amontoado de clichês do death metal. Paradoxalmente ao som pesado (e sem novidades), a cara de redneck de Taylor, e seu cabelinho repartido ao meio, pareciam anunciar um desenho de animação dos anos 1970.

Mais conteúdo sobre:

NX ZeroRock in Rio 2011Rock in Rio 4