Foo Fighters anuncia pausa por tempo indeterminado

Estadão

02 Outubro 2012 | 18h15

Marcelo Moreira

O guitarrista Dave Grohl confirmou hoje os rumores que circulavam na imprensa norte-americana desde julho: o Foo Fighters vai parar por tempo indeterminado. Em comunicado oficial divulgado pelo Twitter, pelo Facebook e na página oficial da banda, o músico faz questão de esclarecer que a banda não acabou, mas que não há uma data prevista para o retorno às atividades

“Não tenho certeza quando o Foo Fighters vai tocar novamente. Parece estranho dizer isso, mas é uma coisa boa para todos nós sumir por um tempo. É uma das razões porque ainda estamos aqui. Eu nunca quero não estar nessa banda. Assim, às vezes é bom apenas deixá-la no fundo da garagem por um tempo”, afirma o guitarrista no comunicado.

Grohl pretende usar os próximos meses para terminar o álbum e o documentário “Sound City”, que está produzindo e financiando, e ainda promete se envolver emoutros projetos no ano de 2013. A banda surgiu em 1995, após um hiato de quase um ano na carreira de Grohl por conta da morte de Kurt Cobain, o líder e guitarrista do Nirvana, no primeiro semestre de 1994. Cobain se suicidou em sua casa , em Seattle, com um tiro de espingarda.

Baterista no Nirvana, Dave Grohl ressurgiu como guitarrista e vocalista no Foo Fighters, que se tornou a principal banda de rock dos anos 90 ao lado do Pearl Jam. Seu último trabalho, “Wasting Light”, lançado no ano passado, foi muito elogiado e frequentou as princiapis listas de melhores do ano de 2011. Completam a formação atual Pat Smear (guitarra), Nate Mendel (baixo), Taylor Hawkins (bateria) e Chris Shifflet (guitarra). 

Dave Grohl, do Foo Fighters (FOTO: REUTERS/Mario Anzuoni)

 

Mais conteúdo sobre:

Dave GrohlFoo Fighters