A influência de Bob Marley sobre John Lennon

Estadão

24 Outubro 2012 | 21h32

Marcelo Galli – Roque Reverso*

Bob Marley influenciando John Lennon. Sim, o beatle também foi fisgado pela força irresistível do reggae do jamaicano. E está tudo registrado em sobras de estúdio da gravação do álbum ”Double Fantasy”, de 1980, seu último disco antes de ser assassinado.

No áudio, Lennon comenta com os músicos da sua banda sobre a conversa “esperta” e complementar entre guitarra e baixo de “Get Up, Stand Up”, de Marley e Peter Tosh, do “Burning”, de 1973, que ele queria como exemplo para usar na gravação de “Cleanup Time” e “Borrowed Time”, esta última fazendo parte do primeiro disco póstumo do beatle, “Milk and Honey”, de 1984, mas gravada em 1980.

E não só musicalmente Lennon estava ligado naquele momento ao ritmo jamaicano e aquele disco do The Wailers. Na segunda música do “Burning”, em “Hallelujah Time”, do percusionista Bunny Wailer, há um trecho que diz “We gotta keep on living, living on borrowed time: Hallelujah time!”.

Provavelmente, de onde ele buscou inspiração para intitular a canção “Borrowed Time” e dar mote para o desenvolvimento da letra que diz no refrão, em um clima caribenho, “Living on borrowed time/Without a thought for tomorrow”.

Escute abaixo os dois sons. O primeiro tem Lennon e a conversa “esperta”. O segundo tem a versão alternativa da música “Borrowed Time”.

*Marcelo Galli é jornalista da Agência Estado e escreve para o blog Roque Reverso

Mais conteúdo sobre:

BeatlesBob MarleyJohn Lennon