Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Cultura

Cultura » Shakespeare será tema de casa na Flip nos 400 anos de sua morte

Cultura

Shakespeare será tema de casa na Flip nos 400 anos de sua morte

Cultura

BABEL

Shakespeare será tema de casa na Flip nos 400 anos de sua morte

E mais na Babel de 26/3: Ignácio de Loyola Brandão celebra 80 anos com novo livro de crônicas, fotopinturas em livros de Titus Riedl, Mallarmé em Braille, etc.

Maria Fernanda Rodrigues

25 Março 2016 | 22h30

HOMENAGEM
Shakespeare será lembrado na Flip nos 400 anos de sua morte

Shakespeare Lives

No dia 23 de abril, completam-se 400 anos da morte de William Shakespeare. A data será lembrada ao redor do mundo por pesquisadores e leitores. Mas o British Council quer mais – e, com uma série de atividades artísticas e educativas, pretende mostrar que o bardo continua vivo e atual e apresentá-lo às novas gerações. Trata-se do projeto Shakespeare Lives, que pretende atingir meio bilhão de pessoas no mundo e terá dois momentos especiais no Brasil. Durante a Festa Literária Internacional de Paraty, de 29/6 a 3/7, uma casa será montada no Centro Histórico para lembrar o autor. Ainda não foram confirmados debates na programação oficial. Fora isso, ele será celebrado na British House, no Rio, durante a Olimpíada.

CLÁSSICO
Tributo aos deuses
Por falar em Olimpíada, a Areté (Centro de Estudos Helênicos) e a Universidade Federal de São Paulo promovem, nos dias 2/4, 7/5, 4 e 18/6, o simpósio Celebração dos Jogos Olímpicos na Antiguidade. As poesias de Píndaro, Ilíada, de Homero, e Eneida, de Virgilio, são algumas das obras em análise. Os encontros são gratuitos e independentes.

ROMANCE
Ditadura no Brasil
Depois da Rua Tutoia, romance do jornalista Eduardo Reina, feito após ampla pesquisa histórica, é centrado no sequestro de bebês de militantes políticos durante a ditadura militar. Sai em abril, pela 11 Editora.

CRÔNICA
Para o aniversário

Ignácio de Loyola Brandão

Ignácio de Loyola Brandão faz 80 anos no dia 31 de julho. “Nada de festejos, apenas um livro a mais, com uma coisa que gosto muito de fazer, a crônica.” Se For Para Chorar Que Seja de Alegria, com 41 crônicas escritas para o Caderno 2 e para a Tribuna de Araraquara, será lançado pela Global no início de agosto. Nos textos, ele aborda pequenos enigmas da vida cotidiana, cenas surreais como a de dois jovens carregando um esqueleto pela rua, de madrugada.

POESIA
Sensorial-musical
Um projeto de tradução de poesia para Braille mobiliza dois professores e duas alunas da UNB: Eclair Antonio Almeida Filho, Augusto Rodrigues da Silva Jr., Carolina Dias Pinheiro e Josina Nunes Magalhães Roncisvalle. O primeiro “experimento poético-musical-sensorial” será com Um Lance de Dados, de Mallarmé. O livro sairá pela Sol Negro no segundo semestre.

FICÇÃO
Junto com o filme
Romance adaptado de HQ, A Morte do Capitão América sairá pela Novo Século em abril, quando chega aos cinemas Capitão América: Guerra Civil.

FOTO
Retoque vintage

fotopintura

O pesquisador e sociólogo alemão Titus Riedl, que vive no Crato (Ceará), reuniu 5 mil fotopinturas – fotos de famílias em PB retocadas para ficarem coloridas – e mostra 58 delas no livro Estes Outros – Fotopinturas da Coleção Titus Riedl, que a Terra Virgem Edições lança em abril, com exposição. Trata-se do 6.º volume da coleção Fotógrafos Viajantes, em formato compacto e capa dura.

Encontrou algum erro? Entre em contato