As informações e opinões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Obra de Octavia Butler chega ao Brasil pela Morro Branco

Maria Fernanda Rodrigues

22 Abril 2017 | 12h47

Guilherme Sobota: guilherme.sobota@estadao.com

Nova no mercado editorial, a editora paulistana Morro Branco chega com uma proposta interessante e pelo menos uma grande novidade: pela primeira vez, uma obra da escritora norte-americana de ficção científica Octavia Butler (1947-2006) será publicada no Brasil. Kindred chega no segundo semestre – o romance conta a história de uma norte-americana negra que é transportada da Los Angeles dos anos 1970 para a Maryland do início do século 19, e encontra seus ancestrais: uma mulher livre que é forçada à escravidão, e um escravagista. Butler é aclamada nos Estados Unidos, e ela recebeu mais de uma vez os prêmios Hugo e Nebula, dois dos mais importantes do gênero no mundo. “A primeira-dama do sci fi” é um dos seus epítetos.

MERCADO
Missão
A Editora Morro Branco apareceu no fim de 2016, com uma proposta de buscar autores em mercados menos tradicionais, como Noruega, Islândia e Jamaica, escritores em início de carreira e com destaque nos países de origem e dar atenção a temas e artistas relacionados à diversidade.
*
Outros títulos esperados para este ano são The Girl From Everywhere: O Mapa do Tempo, de Heidi Heilig, A Ilusão do Tempo, de Andri Snær Magnason, Todos os Pássaros no Céu, de Charlie Jane Anders, e The Fifth Season, de N.K. Jemisin.


UMA VOLTA
Contos
A Editora Arquipélago, de Porto Alegre, vai entrar de vez na ficção literária com o novo livro de contos do curitibano Luis Henrique Pellanda, ainda sem título, a ser lançado em outubro – é a volta do autor, hoje cronista estabelecido, à ficção. O Macaco Ornamental, seu livro de estreia de 2009, será reeditado na casa, que lançou seus três livros de crônicas.

EM FRENTE
Fausto do século 21
Identidades, o segundo romance de Felipe Franco Munhoz (foto), sai no segundo semestre pela Nós. O livro é uma espécie de Fausto do século 21 – uma mulher, que se sente homem, faz o pacto em torno do seu desejo de trocar de sexo. A cineasta Dandara Ferreira já tem os direitos do livro para o cinema.

FRANÇA
Inédito
Considerado na França “um fenômeno literário” pelo Le Figaro, o autor parisiense Gilles Legardinier chega ao Brasil com o livro Amanhã Eu Paro – o romance conta a saga de uma atrapalhada Julie em tentar se aproximar do seu vizinho. O livro vendeu mais de 3,5 milhões de exemplares e foi publicado em 19 países. Chega no fim do mês pela Arqueiro.

CONE SUL
Coletânea
Pensando na distância linguística de Brasil e Argentina, o escritor Bruno Ribeiro (Febre de Enxofre) organizou a antologia de contos Língua Rara em parceria com a editora portenha Outsider. Ricardo Lísias, Carlos Henrique Schroeder, Luisa Geisler, Noemi Jaffe são alguns dos 16 autores, 8 homens e 8 mulheres. O livro, em português, será digital e gratuito e estará disponível no site da editora Outsider, no início de maio. O endereço é eloutsiderdigital.com.

0 Comentários