Isabel Lopes Coelho deixa a Cosac Naify, que passa por nova reestruturação
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Isabel Lopes Coelho deixa a Cosac Naify, que passa por nova reestruturação

Ela era diretora do núcleo infantojuvenil da editora

Maria Fernanda Rodrigues

26 Maio 2015 | 20h01

A Cosac Naify está passando por reestruturação. Nos bastidores, comenta-se que o corte atingirá 30% da folha de pagamento. A editora confirma que “está acontecendo uma reestruturação”, mas não forneceu mais detalhes como, por exemplo, quem assumirá a diretoria do núcleo infantojuvenil, uma das áreas de maior destaque da editora, vaga desde ontem com a demissão de Isabel Lopes Coelho.

Os livros desse núcleo são sucesso de público e de crítica. Tanto que no Prêmio FNLIJ, promovido pela Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil e cujo resultado foi anunciado há poucos dias, ela foi a editora com mais livros premiados – três, no total.

Ilustração de Veridiana Scarpelli para 'A Menina do Mar', de Sophia de Mello e Breyner Andresen, prêmio FNILIJ na categoria literatura em lígua portuguesa

Ilustração de Veridiana Scarpelli para ‘A Menina do Mar’, de Sophia de Mello e Breyner Andresen, prêmio FNILIJ na categoria literatura em lígua portuguesa

Outros sete funcionários teriam sido demitidos nesta terça-feira, dia 26.


Em março, a editora fez um saldão histórico – os descontos chegaram a 90% – porque mudaria seu estoque do Belenzinho para Itapevi. Essa mudança seria responsável por uma economia de 30% nos gastos com logística.

Em outubro do ano passado, quem saiu foi o diretor executivo Bernardo Ajzenberg, que havia sido contratado para organizar as finanças da editora.

Mais conteúdo sobre:

BabelCosac Naify