Grupo Hachette encerra editora criada por Harvey Weinstein após denúncia de assédio
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Grupo Hachette encerra editora criada por Harvey Weinstein após denúncia de assédio

Selo fazia parte do grupo desde 2009, quando ela adquiriu a Perseus e a Weinstein Books veio junto

Maria Fernanda Rodrigues

13 Outubro 2017 | 11h47

O Grupo Hachette anunciou, na quinta-feira, 12, o fim imediato de seu selo Weinstein Books. A decisão foi tomada após as denúncias de abusos sexuais cometidos pelo produtor de Hollywood Harvey Weinstein, cofundador da editora.

Harvey Weinstein

Harvey Weinstein, em 2015 (Valery Hache/AFP)

O selo publicava cerca de 10 títulos por ano. No anúncio enviado pela editora, ela disse que os livros lançados pelo selo serão editados pela própria Hachette e que os funcionários do selo Weinstein Books serão acomodados em outras áreas do grupo.