Babel: Livro sobre dororidade inaugura coleção ‘Conceitos’
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Babel: Livro sobre dororidade inaugura coleção ‘Conceitos’

Maria Fernanda Rodrigues

14 Outubro 2017 | 06h00

NÃO FICÇÃO
Livro sobre dororidade inaugura coleção ‘Conceitos’

dororidade

Vilma Piedade (Foto:Jorge Ferreira)

A editora Nós, de Simone Paulino, acaba de fazer uma parceria com a Escola Passagens, de Márcia Tiburi, para a criação de uma coleção de livros para “pensar o contemporâneo literária e filosoficamente”. O primeiro título da série Conceitos será Dororidade. Nele, a ativista do movimento feminista e antirracista Vilma Piedade (foto) amplia o conceito de sororidade, um dos pilares do feminismo, mas que, como diz, não basta para mulheres negras – e então ela colocou a palavra “dor”. Ele será publicado em novembro, mês da consciência negra. A parceria vai além da coleção, e a Nós prevê para março do ano que vem o lançamento de um livro de contos da filósofa e autora de Como Conversar com um Fascista.

NÃO FICÇÃO – 2
História do suicídio
A WMF Martins Fontes adquiriu os direitos de Tirar a Própria Vida: Suicídio na Modernidade (provisório). O autor, Thomas Macho, ex-professor de história cultural na Humboldt University, em Berlim, e diretor do International Research Center for Cultural Studies, em Viena, argumenta que a partir do século 20 houve uma mudança profunda em como o suicídio é visto. Ele examina a história do suicídio na época moderna em vários campos: político (como protesto e assassinato), no direito (a descriminalização do suicídio), na medicina (eutanásia), na filosofia, arte e mídia. Sai em 2019.

NACIONAL
Livros pelos 80
Depois de Tapete do Silêncio e de Pouso do Sossego, Menalton Braff lança, dia 20, na Martins Fontes da Paulista, Noite Adentro e encerra sua trilogia Tempus Fugit. Além disso, ele prepara outros dois romances para 2018, quando completa 80 anos: Cenas de Um Amor Imperfeito e Além do Rio dos Sinos. Todos os livros serão publicados pela Global.

ESTRANGEIRO
O tempo e o limbo
Dois livros festejados pela crítica internacional serão lançados pelo grupo Companhia das Letras. Lincoln no Limbo, de George Saunders, que pode vencer o Man Booker Prize na semana que vem, sairá em 2018. E Silêncio na Era do Ruído, do norueguês Erling Kagge, que chega às livrarias na primeira semana de novembro.

FRANKFURT
Compra & venda
A Dublinense vendeu os direitos de Amora, de Natalia Borges Polesso, melhor livro de contos do Jabuti 2016, para a Vremea Pass, da Romênia.
*
A Cortez, que já tinha vendido dois livros de Mário Sergio Cortella – Educação, Escola e Docência e Educação, Convivência e Ética – para a espanhola Narceas, fechou na feira a venda de Família, Urgências e Turbulências também para ela.
*
A Estação Liberdade comprou os direitos de Ilha dos Pinheiros, da alemã Marion Poschmann. Segundo a editora, tem a ver com o Japão, dissonâncias e certa estética do suicídio.