Babel: ‘Histórias de Ninar Para Garotas Rebeldes 2’ terá de Agatha Christie a Madonna e Oprah
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Babel: ‘Histórias de Ninar Para Garotas Rebeldes 2’ terá de Agatha Christie a Madonna e Oprah

Segundo volume da obra de Elena Favilli e Francesca Cavallo chega às livrarias ainda em fevereiro. Leia essa e outras notícias do mercado editorial na coluna Babel

Maria Fernanda Rodrigues

10 Fevereiro 2018 | 06h00

INFANTOJUVENIL
‘Histórias de Ninar 2’ terá de Agatha Christie a Madonna e Oprah

Histórias para ninar garotas rebeldes

Oprah Winfrey, em ilustração de T.S. Abe para ‘Histórias Para Ninar Garotas Rebeldes 2’

50 Brasileiras Incríveis para Conhecer Antes de Crescer, Extraordinárias – Mulheres Que Revolucionaram o Brasil, As Cientistas – 50 Mulheres Que Mudaram o Mundo, Wonder Women – 25 Mulheres Inovadoras, Inventoras e Pioneiras Que Fizeram a Diferença. Esses são alguns dos títulos dedicados a jovens leitores publicados no Brasil no ano passado, por editoras diversas, na esteira do sucesso de Histórias de Ninar Para Garotas Rebeldes. O livro de Elena Favilli e Francesca Cavallo fez história ao arrecadar US$ 1 milhão num financiamento coletivo que pedia US$ 40 mil para imprimir mil cópias. Lançado em 30 países, ele vendeu, só aqui, onde foi publicado pela V&R, 26 mil exemplares – em 10 meses, foram feitas 10 reimpressões. O segundo volume, com mais 100 biografias contadas como fábulas, para leitores de 5 a 8 anos – ou mais, está em gráfica. Entre as biografadas estão as escritoras Agatha Christie e Beatrix Potter, a jogadora Marta e a apresentadora Oprah.

MERCADO
Livros e mulheres
Essa onda de livros infantojuvenis sobre mulheres que fizeram história não é local. Na Inglaterra, por exemplo, Histórias de Ninar 1 vendeu mais de 200 mil exemplares. Segundo a publicação especializada Bookseller, uma nova onda de livros feministas, para um público mais amplo, deve chegar às livrarias britânicas este ano.
*
Outra tendência é que esses livros sejam feitos por equipes femininas. Será assim com Herland – A Terra das Mulheres. Publicada em 1915 pela americana Charlotte Perkins Gilman, a obra deu um impulso nas discussões do papel da mulher na sociedade. Sairá, aqui, pela Edipro com prefácio de Juliana Gomes, do projeto Leia Mulheres.


INTERNACIONAL
Loyola em Portugal
Ignácio de Loyola Brandão é um dos convidados do Correntes D’Escrita, festival em Póvoa de Varzim, cidade de Eça de Queiroz, que, nesta edição (20 a 24/2), vai homenagear Luis Fernando Verissimo. Ele, que fará a conferência de Abertura Anestesia Geral, aproveita para acertar os detalhes da publicação em Portugal de seu novo romance com a Teodolito. A ideia é que Serena Loucura – este é o título definitivo – saia lá e aqui antes da Copa.

NÃO FICÇÃO
Raridade história
Loyola, agora a editora, lança este ano a primeira edição de um manual de medicina, escrito em 1766 por um incógnito jesuíta, que até então se encontrava manuscrito, em uma única cópia, no Archivum Romanum Societatis Iesu, em Roma.
*
Coleção de Várias Receitas e Segredos Particulares das Principais Boticas da Nossa Companhia de Portugal, da Índia, de Macau e do Brasil traz as receitas mais populares e eficazes utilizadas nos colégios da Companhia daqueles tempos, descreve os seus ingredientes, orienta o seu preparo, determina as doses a serem aplicadas e especifica os males que combate.
*
O livro foi preparado pelos historiadores Ana Carolina Viotti e Jean Marcel Carvalho França, que assinam a introdução.

POESIA
De Oswald a hoje
Wilson Alves-Bezerra apresenta, dia 22, na Tapera Taperá, uma edição ampliada de O Pau do Brasil. O livro de poemas presta homenagem a Oswald de Andrade e faz um diálogo com o Brasil contemporâneo.