Babel: Bicentenário de Marx terá até ‘O Capital Para Crianças’
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Babel: Bicentenário de Marx terá até ‘O Capital Para Crianças’

E ainda na coluna Babel de 2 de fevereiro: Outros lançamentos para marcar o aniversário de Marx, o último livro de Maya Angelou a caminho das livrarias, o primeiro livro de contos da Lote 42, por Christiano Aguiar e mais

Maria Fernanda Rodrigues

03 Fevereiro 2018 | 06h00

NÃO FICÇÃO
Bicentenário de Marx terá até ‘O Capital Para Crianças’

karl marx

Ilustração de ‘O Capital Para Crianças’

O bicentenário de Karl Marx (1818-1883) será festejado pela Boitempo com pelo menos 10 livros, além de eventos e debates a serem realizados ao longo do ano. O primeiro lançamento, Marx: Uma Biografia em Quadrinhos, das suíças Anne Simon e Corinne Maier, chega às livrarias pelo selo Barricada nos próximos dias. A obra aborda a vida e as principais ideias do filósofo alemão, passando por episódios como a redação do Manifesto Comunista e a influência de Hegel. Para os pequenos leitores, pelo selo Boitatá, estão previstos O Capital Para Crianças, de Liliana Fortuny e Joan R. Riera (acima), e O Deus Dinheiro, de Karl Marx e Maguma.

NÃO FICÇÃO – 2
O ano de Marx
A Boitempo lança, ainda, o primeiro volume da biografia Karl Marx e o Nascimento da Sociedade Moderna, de Michael Heinrich, e Karl Marx: Uma Biografia, de José Paulo Netto. Diferença Entre a Filosofia da Natureza de Demócrito e a de Epicuro, a tese de doutorado de Marx, também será editada em livro. David Harvey lança Marx, Capital e a Loucura da Razão Econômica; e Domenico Losurdo, O Marxismo Ocidental. E mais: O Último Marx, de Marcello Musto; Escorpião e Félix, de Marx; A Origem da Família, da Propriedade Privada e do Estado, de Engels; e Estrela da Manhã: Marxismo e Surrealismo, de Michael Löwy.

MEMÓRIAS
Amar, ato político

maya angelou

Maya Angelou, em 1978 (John Sotomayor/The New York Times)

Último livro de Maya Angelou (1928-2014), poeta e ativista do movimento negro e feminista nos EUA, Mamãe & Eu & Mamãe sairá em março pelo selo Rosa dos Tempos, do Grupo Record. Ela fala sobre seu papel como filha e depois sobre sua mãe. “Termos no Brasil, país de maioria negra e feminina, um livro que fala do ato político de amar, empreendido por mulheres negras que escalam as ‘alturas impossíveis’: como não amar?”, escreve a coordenadora do Grupo Intelectuais Negras, Giovana Xavier, na orelha.

SOCIOLOGIA
Em metamorfose
Sai pela Zahar, em março, A Metamorfose do Mundo, de Ulrich Beck (1944-2015). Admirado por Bauman, o sociólogo desenvolve uma teoria para entender por que vivemos num mundo cada vez mais difícil de compreender: a de que ele não está apenas mudando, mas se metamorfoseando. A partir da análise de consequências das alterações climáticas, ataques terroristas e revolução digital, ele mostra que esses acontecimentos influenciaram nossas antigas certezas da sociedade moderna, transformando nossa maneira de estar no mundo.

FICÇÃO
Depois de 2013
Um dos melhores jovens autores brasileiros segundo a Granta, Cristhiano Aguiar lança, pela Lote 42, até o começo de março, Na Outra Margem, o Leviatã. São narrativas curtas interconectadas e as histórias se passam em SP e no Recife após as jornadas de 2013. A atmosfera urbana influencia os personagens, que lidam de um ponto de vista intimista com situações ora realistas, ora fantásticas.