Destombar o tombado

João Wady Cury

10 Outubro 2017 | 14h31

Deve ser no próximo dia 23, segunda, a reunião dos conselheiros do Condephaat (Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arquitetônico, Artístico e Turístico do Estado de São Paulo) para analisar o pedido de Silvio Santos de destombamento do Teatro Oficina sob a alegação de que o projeto original do teatro, de Flávio Império, não existe mais, pois foi substituído pelo de Lina Bo Bardi. É mais uma tentativa do empresário e apresentador de construir, ao lado do teatro, duas torres de cem metros de altura no coração do Bixiga, no bairro da Bela Vista. Os conselheiros do órgão analisarão o impacto das duas torres de 100 metros de altura cada, no bairro da Bela Vista, que é tombado pelo patrimônio histórico.