Capelos turbinados

João Wady Cury

13 Outubro 2017 | 14h10

Em dez dias, uma atriz e um ator usaram suas vivências profissionais como referência em trabalhos acadêmicos e receberam títulos de mestre e doutor da Escola de Comunicação e Artes da USP. A atriz Sabrina Greve fez sua dissertação de mestrado, intitulada O ator do teatro ao cinema: um estudo sobre apropriações, cruzando experiências de pesquisas teatrais e sua transposição ao cinema na Rússia (Konstantin Stanislavski), nos Estados Unidos (Actors Studio, com Elia Kazan e Lee Strasberg) e no Brasil, com Antunes Filho e seu CPT, na montagem de Prêt-à-Porter. Já Ivam Cabral, ator e diretor dos Satyros, levou à banca a experiência como diretor executivo da SP Escola de Teatro na tese de doutorado O Importante É ( Estar Pronto – Da gênese às dimensões políticas, pedagógicas e artísticas do projeto da SP Escola de Teatro. Ambos aprovados com louvor.