Ulysses Cruz estreia nova peça com Regina Duarte e outra com Marília Gabriela

Ulysses Cruz estreia nova peça com Regina Duarte e outra com Marília Gabriela

João Wady Cury

05 Abril 2018 | 05h06

ULYSSES CRUZ, diretor de teatro. Foto: Rafael Arbex / ESTADAO

 

Após passar os últimos meses na Europa, o diretor Ulysses Cruz volta a São Paulo e já dirige os ensaios de duas novas montagens: uma com Regina Duarte e Leopoldo Pacheco e a outra com Marília Gabriela e Luciano Chirolli. Nesta entrevista, ele fala ao Estado também sobre mecenato nas artes e o diretor belga Ivo van Hove.

 

 

E já está com agenda cheia?

Estou ensaiando duas peças. Leão no Inverno, de James Goldman, estreia dia 18 de maio no Teatro Porto Seguro, com Regina Duarte e Leopoldo Pacheco, mais Caio Paduan, Felipe Bragança, Camila dos Anjos, Michel Waismamm e Sidney Sampaio no elenco. E na primeira quinzena de agosto teremos Casa de Bonecas parte II, de Lucas Hnath, no Sesc Anchieta e depois a temporada vai para o Tucarena, com Marília Gabriela e Luciano Chirolli. Esta montagem, aliás, só será possível graças à generosidade de Aguinaldo Silva, que está investindo na peça como mecenas.

 

O que é raríssimo, justamente no momento em que o teatro se tornou dependente do Estado ou do Sistema S (Sesc, Sesi).

Nossa elite não percebeu ou não quer perceber que o mecenato é uma prática no mundo. Os grandes espetáculos que essas pessoas assistem em Nova York e Londres foram fruto de investimentos de pessoas físicas, além de jurídicas. Casa de Bonecas parte II foi viabilizada somente porque Aguinaldo Silva decidiu nos dar o valor para realizar a montagem, senão teríamos que esperar a captação de sempre.

Você acaba de voltar da Europa. O que viu digno de nota?

Vi muitas peças de teatro, balés e óperas, muita coisa realmente de qualidade. Mas digno de nota de verdade são as peças do diretor Ivo van Hove, belga que ocupa a direção artística do Toneelgroep de Amsterdã. Assisti em Londres a uma das melhores montagens dos últimos anos, quem sabe uma das melhores que vi na vida, Network, que saiu de cartaz dia 24 de março. Impressionante a força de Van Hove na direção.

Ainda compra seu próprio ingresso?

Claro, do contrário como eu teria independência de poder sair de um espetáculo que considero ruim se fui convidado pela produção. Por isso, geralmente não aceito convites e prefiro comprar meu ingresso.