Um piano no alto do Corcovado

Alvaro Siviero

29 Março 2012 | 17h13

 

Compartilho com vocês umas dessas surpresas que a vida me reservou. Em uma iniciativa louvável, no próxima dia 02 de abril, 5 ONGs se unirão por uma mesma causa: o Dia Mundial do Autismo. Mais do que celebração, trata-se de conscientização. Entre diversos monumentos que serão iluminados de azul (cor do autismo), uma das maravilhas do mundo moderno – o Cristo Redentor – está na lista dos que se uniram à causa e, exatamente às 18h, muitos cariocas e turistas presenciarão este momento mágico. Muitos outros países farão o mesmo. Desde o Empire State Building à Niagara Falls, passando pelo Big Ben, todos, neste dia, se vestem de azul. A solidariedade é mundial.

O sólido trabalho desenvolvido pelas ONGs Autismo&Realidade, Apadem, Adefa, Mundo Azul e Mão Amiga comprovará, principalmente aos que estiverem presentes ao evento, com início marcado às 17h, que atitudes generosas, desprendidas e magnânimas são as únicas capazes de transformação. O tempo, que se encarrega em promover aqueles que o merecem, olhou para o sério trabalho destas instituições. Estarei neste dia realizando aquele que será o primeiro recital de piano no topo deste maravilhoso monumento, quando o Cristo Redentor se iluminar de azul. O extraordinário ser humano Saulo Laucas, cantor, autista e cego, fará depoimento musical durante a programação. Sem dúvida, um desses momentos para não se esquecer.

                                                          Parlamento iluminado, em Budapeste.

A música cura, a música enriquece e muitos autistas  – talvez alguns ainda não o saibam – encontram precisamente nesta expressão artística seu canal de comunicação com o mundo ao qual julgam não pertencer. Convoco todos aqui a uma campanha de solidariedade: que cada um, do modo que puder, e onde estiver, procure acender uma luz azul. Como afirma o pensador: “Alguém comparou o coração a um moinho, que se move pelo vento do amor, da paixão… Efetivamente, esse “moinho” pode moer trigo, cevada, esterco… depende de nós!”.

A causa é nobre. Nós, à exemplo destas ONGs, podemos também causar uma transformação. Parabéns à iniciativa, aos organizadores e a todos aqueles que fazem do próprio coração uma máquina de coisas grandes.

Mais conteúdo sobre:

Big BenCorcovadoNiagara FallsPiano