Sinfonia Rotterdam retorna ao Brasil

Alvaro Siviero

21 Outubro 2012 | 14h53

Após exatamente um ano (outubro de 2011), com uma bateria de sete concertos repletos de êxito artístico, a Sinfonia Rotterdam (www.sinfoniarotterdam.nl/en) retorna ao Brasil para sete outros novos concertos.  Seu regente titular, o maestro Conrad van Alphen – aliando minucioso e exigente rigor musical a um jeito de ser sereno e tranquilo – é um dos grandes responsáveis pelo sucesso daquela que é considerada hoje uma das melhores orquestras holandesas. Em conjunto com a Royal Concertgebouw Orchestra (a melhor orquestra do mundo segundo a Revista Gramophone), a Sinfonia Rotterdam é a única orquestra que também possui uma série regular de concertos dentro de um dos mais sagrados templos da música clássica mundial: o Concertgebouw, em Amsterdam.

Nascido em Pretória,  Conrad van Alphen (www.conradvanalphen.com) é um dos grandes responsáveis pela distinção musical conquistada pelo grupo, acumulando as funções de diretor artístico e regente principal. E é esse trabalho minucioso que o grande público vai poder admirar, a partir do próximo dia 23 de outubro. Uma aula de excelência artística.

O programa escolhido para a turnê brasileira inclui a Sinfonia n.44 “Trauer”, de Haydn, além da obra de Franssens  Harmonia das Esferas e o Divertimento n. 11, de Mozart. Vocês poderão conferir as apresentações nas seguintes datas e locais:

23 Outubro, 12:30h – Museu de Arte de São Paulo (MASP)
26 Outubro, 20h – Teatro Municipal Dr. Câmara Torres (Angra dos Reis)
27 Outubro, 20h – Teatro Municipal Fundacão Cultural Cassiano Ricardo (São Jose dos Campos)
28 Outubro, 20h – Catedral N.S.da Conceicão e N.S. do Roáario (Braganca Paulista)
30 Outubro, 19h – Centro Cultural e Turístico de Venda Nova do Imigrante (Vitória)
31 Outubro, 19h –  Teatro Carlos Gomes (Vitória)
3 Novembro, 20h – Teatro Adamastor (Guarulhos)

 

 

Abaixo, a Sinfonia Rotterdam interpretando o finale de uma outra Sinfonia de Haydn, a de n.100, no célebre Concertgebouw.

Mais conteúdo sobre:

Conrad von AlphenSinfonia Rotterdam