Santa Marcelina Cultura divulga programação musical para o Theatro São Pedro

Santa Marcelina Cultura divulga programação musical para o Theatro São Pedro

Alvaro Siviero

08 Junho 2017 | 18h55

Há pouco mais de um mês à frente do Theatro São Pedro, o Santa Marcelina Cultura trabalha para dar continuidade às atividades do espaço, após a Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo ter encerrado contrato com o Instituto Pensarte em meio a uma celeuma que, entre outros, redundou na demissão de 19 músicos da Orthesp (Orquestra do Theatro São Pedro). O motivo alegado (alguma novidade?) foi a necessária redução de custos orçamentários impostos pela crise econômica. As divergências e celeumas não são poucas e se estendem a vários âmbitos, também administrativos: no último mês de maio, em votação de seu plenário, o Tribunal de Contas do Estado afirmou sobre a necessidade de realizar auditorias na Orthesp, no Theatro São Pedro, Instituto Pensarte e no Santa Marcelina Cultura, revendo processos de licitação e probidade administrativa.

Ao meio de tudo isso, olhando para frente e sem tempo formativo a perder, o Santa Marcelina decola a nova temporada de apresentações do Theatro São Pedro. Seguindo sua tradição e vocação artística de formar jovens músicos, aliando a formação musical a um projeto de inclusão sociocultural promotor da formação de pessoas para a vida e para a sociedade, a nova gestora do Theatro São Pedro segue seu DNA educacional em programas na área de formação musical, sendo responsável pela gestão da Emesp Tom Jobim (e suas orquestras de formação), do Projeto Guri (capital paulista e Grande São Paulo) e, desde 1º de maio, a pedido da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, do Theatro São Pedro (Orthesp e Academia de Ópera) e Teatro Caetano de Campos. Nesta nova empreitada, o Santa Marcelina Cultura programou até o final de 2017 uma rica e diversificada programação que contempla inclui uma temporada lírica, uma temporada sinfônica e música de câmara com diversas formações instrumentais.

TEMPORADA LÍRICA


A temporada lírica trará três novas montagens até dezembro incluindo novidades como os pockets operas (apresentadas no palco e hall do Theatro e outros espaços da cidade de São Paulo).

 

Arlecchino, Ferruccio Busoni
Pulcinella, Igor Stravinsky
Ira Levin, direção musical
William Pereira, direção cênica
Participação especial: São Paulo Companhia de Dança
19, 21, 23, 25 e 27 de agosto

Don Giovanni, Wolfgang Amadeus Mozart
Cláudio Cruz, direção musical
Mauro Wrona, direção cênica
28 e 30 de outubro e 1, 3 e 5 de novembro

La belle Hélène, Jacques Offenbach
Cláudio Cruz, direção musical
Caetano Vilela, direção cênica
29 de novembro e 1, 3, 5 e 7 de dezembro

Pocket operas
A Flauta Mágica, Wolfgang Amadeus Mozart
Juliano Dutra, regente
Datas: 1, 3 e 4 de setembro

La Cenerentola (Cinderela), Gioachino Rossini
José Soares, regente
Datas: 6, 8 e 9 de outubro

Falstaff, Giuseppe Verdi
Natalia Larangeira, regente
Datas: 10, 12 e 13 de novembro

Óperas no Hall

Concerto de Lieder, Beethoven, Schumann, Schubert e Brahms
21 de junho | Hall do Theatro São Pedro
28 de junho | Saguão EMESP Tom Jobim

L’Elisir D’ amore, de Gaetano Donizetti
16 de agosto | Hall do Theatro São Pedro
23 de agosto | Saguão EMESP Tom Jobim

Le nozze di Figaro, de Wolfgang Amadeus Mozart
13 de setembro | Hall do Theatro São Pedro
20 de setembro | Saguão EMESP Tom Jobim

Così Fan Tutte, de Wolfgang Amadeus Mozart
18 de outubro | Hall do Theatro São Pedro
25 de outubro |Saguão EMESP Tom Jobim

Die lustige Weiber von Windsor, de Carl Otto Nicolai
22 de novembro | Hall do Theatro São Pedro
6 de dezembro | Saguão EMESP Tom Jobim

 

TEMPORADA SINFÔNICA

Terá cinco programas distintos, dedicados a compositores escolhidos a dedo, e sempre trabalhando com maestros convidados. Entre junho e setembro, o grupo fará apresentações sob a regência de Cláudio Cruz, Roberto Tibiriçá, Carlos Moreno, Ricardo Kanji e Ligia Amadio. Entre os solistas convidados estão a soprano Rosana Lamosa e o clarinetista Tiago Naguel. Os concertos sinfônicos serão sempre aos sábados, às 20h, e domingos, às 17h.

Aberturas e Árias de Gioachino Rossini
II Barbiere di Siviglia
L’Italiana in Algeri
La Gazza Ladra
La Cenerentola
Il Viaggio a Reims
Cláudio Cruz, regente convidado
Participação: alunos da Academia de Ópera Theatro São Pedro e Ópera Estúdio EMESP
17 e 18 de junho

Mozart
Abertura da ópera Cosi fan Tutte, Wolfgang Amadeus Mozart
Árias das óperas Idomeneo, Die Zauberflöte e Le nozze di Figaro, Wolfgang Amadeus Mozart
Árias: Exsultate, jubilate, K 165, Wolfgang Amadeus Mozart
Sinfonia nº 36 em dó maior, K 425 “Linz”, Wolfgang Amadeus Mozart
Roberto Tibiriçá, regente convidado
Rosana Lamosa, soprano
8 e 9 de julho

Mozart e Haydn
Abertura de A Flauta Mágica, Wolfgang Amadeus Mozart
Concerto para Clarinete, Wolfgang Amadeus Mozart
Sinfonia nº 94 em sol maior, Joseph Haydn
Carlos Moreno, regente convidado
Tiago Naguel, clarinete
22 e 23 de julho

Ravel, Bartók, Wagner e Schoenberg
Pavane pour une une infante défunte e D. Quichotte, Maurice Ravel
Divertimento para cordas, Béla Bartók
Wesendonk Lieder, Richard Wagner
Chamber Symphony nº 1, Arnold Schoenberg
Ligia Amadio, regente convidada
16 e 17 de setembro

Vivaldi
Oratório Juditha Triumphans, Antonio Vivaldi
Ricardo Kanji, regente
30 de setembro e 1º de outubro

Gala Lírica
Datas: 9, 10 e 11 de dezembro

MÚSICA DE CÂMARA

Contempla 30 apresentações até dezembro, às quartas-feiras (12h30), sábados (20h) e domingos (17h). A primeira delas ocorrerá nos dias 24 e 25 de junho. Composta por grupos de músicos que integram a Orquestra do Theatro e convidados, as apresentações serão distribuídas entre o hall e o palco do Theatro São Pedro.

Data: 24 de junho
Villa-Lobos e os Franceses
(Orquestra do Theatro São Pedro)
Trio de Poulenc – Trio de metais (trompete, trompa e trombone)
Bachianas n. 6, Villa-Lobos – Duo de flauta e fagote
Introdução e alegro, Maurice Ravel – Quarteto de cordas, harpa e clarinete
Choros n. 7, Villa-Lobos – Conjunto de flauta, oboé, clarinete, fagote, saxofone, violino, violoncelo e percussão
Sexteto, Poulenc – Quinteto de sopros e piano

Data: 25 de junho
Fanfare de la liberté, Darius Milhaud – Grupo de metais
Choros n. 2, Villa-Lobos – Duo de flauta e clarinete
Quarteto de cordas n. 1, Villa-Lobos – Quarteto de cordas
Três pescas breves, Jacques Ibert – Quinteto de sopros
Sonata para flauta, viola e harpa, Claude Debussy – Trio de flauta, viola e harpa

28 de junho

Quinteto de Cordas da Orquestra Jovem do Estado
Sonata para cordas, Carlos Gomes
Quinteto de cordas, Antonín Dvorák

A escolha dos 22 músicos que irão integrar a Orquestra de bolsistas do Theatro São Pedro será feita por edital público aberto a alunos de qualquer instituição. Para participar, os estudantes de música devem se inscrever pelo site www.emesp.org.br. O limite de idade é 25 anos. As inscrições iniciam no dia 7 de junho. Ao todo, serão selecionados 6 violinos, 2 violas, 2 violoncelos, 1 contrabaixo, 2 flautas, 2 oboés, 2 clarinetes, 2 fagotes, 2 trompas e 1 percussão, com valor da bolsa de R$ 1.940,00 mensais. As atividades iniciam-se em agosto.